Sábado, 31 de Dezembro de 2011

Universo Amostral de Traços Heráldicos ( H - M )

Império Latino, Condado de Borgonha I, Condado de Borgonha II, Condado de Kent, Quincy, Sacro Império II

Usaremos aqui os sinais da tabela publicada no artigo Siglas, Símbolos e Abreviaturas: Jº (jurisdição), M (metonímia do referente), LD (língua denominante), Ld (língua designante), E (especificação); Especificações: # (Numeral), * (Notoriedade), \ (Meteorologia), ^ (Arquitectura), = (Transmissão) , § (Sinalética), B (Botânica), C (Coloração), G (Geometria), H (Humano), M (Material), º (Astronomia), S (Outros substantivos), T (Toponímia), V (Verbal), Z (Zoologia); Jurisdições: Ce (Cidade), Cº (Condado), Dº (Ducado), Fª (Armas de fantasia), Gº (Grão-Ducado), Iº (Império), Kº (Cantão), Lº (Langraviato), Mº (Margraviato), Om (Ordem Militar), Pº (Principado), Rª (República), Rº (Reino), Rt (Referência toponímica), Sº (Senhorio), Vº (Viscondado).

 

 


Universo Amostral de Traços Heráldicos ( H - M )



NOME


M


LD


Ld


E

Haag = = = =
Habsburgo GEO ale. ale. Z
Hachberg = = = =
Hadmersleben GEO ale. ale. SV
Hainaut GEO fra. fra. T
Hainaut II = = = =
Hals GEO ale. ale. S
Ce Hamburgo GEO lat. lat. C
Hanau GEO ale. ale. S
Haro GEO bas. bas. Z
Heiligenberg GEO ale. ale. GT
Helfenstein GEO ale. ale. ZT
Henneberg GEO ale. ale. Z
Hereford = = = =
Hertford = = = =
Hesse = = = =
Hesse GEO ale. ale. #
Hirschberg GEO ale. ale. Z
Hohenberg GEO ale. ale. C
Hohenembs = = = =
Hohenlohe GEO ale. ale. Z
Hohenstaufen = = = =
Hohenzollern GEO ale. ale. ^
Hohnstein GEO ale. ale. CT
Holanda = = = =
Holstein = = = =
Ce Homberg = = = =
Homberg (Suíça) GEO ale. ale. Z
Homburg GEO ale. ale. C
Horn GEO hol. hol. S
Om Hospitalários = = = =
Hoya GEO ale. ale. Z
Hungria GEO hun. hun. GCZ
Hungria II GEO ano. ano. Z
Ilhas Faroé GEO fra. fra. Z
Ilhas Órcades GEO ing. ano. S
Império Latino GEO lat. lat. *S
Império Romano do Oriente GEO gre. gre. Z
Império Romano do Oriente II ANT gre. gre. S
Índia GEO fra. fra. #*
Índia II GEO fra. fra. V
Inglaterra = = = =
Inglaterra GEO ano. ano. ZG
Inglaterra (Bandeira) GEO lat. lat. C
Inglaterra (Bandeira) GEO ano. ano. G
Inglaterra II = = = =
Inglaterra II GEO ano. ano. C
Inglaterra III GEO ano. ano. Z#
Inglaterra IV GEO ano. ano. Z#
Irlanda GEO ano. ano. C
Irlanda GEO ano. ano. S
Irlanda GEO ano. ano. #
Irlanda (Bandeira) OUT - - -
Irlanda (Emblema) GEO irl. irl. B
Irlanda (Emblema) II GEO irl. man. S
Irlanda (Emblema) II GEO irl. lat. S
Isenburg GEO ale. ale. S
Isenburg II = = = =
Islândia GEO isl. isl. GC
Ístria GEO ita. lat. Z
Jawor = = = =
Jerusalém GEO ano. ano. #SC
Jerusalém GEO ano. ano. C
Jerusalém II GEO fra. fra. SG
Jerusalém III GEO ale. ale. SS
Joigny GEO fra. fra. Z
Jülich = = = =
Käfernburg = = = =
Katzenelnbogen GEO ale. ale. Z
Kent GEO lat. lat. Z
Kiev GEO ucr. ale. S
Kiev II GEO caz. ucr. S
Kirchberg GEO ale. ale. *
Klodzko = = = =
Kraiburg = = = =
Kraina = = = =
Kranichfeld GEO ale. ale. Z
Krnov GEO che. che. S
Kronberg GEO ale. ale. S
Kyrburg = = = =
Labourd GEO bas. bas. S
Rt Lacy GEO fra. ano. S
Rt Lacy II GEO fra. ano. C
L'Aigle GEO fra. fra. Z
Lancashire = = = =
Landsberg GEO ale. ale. T
Lara GEO lat. lat. S
Lauffen GEO ale. ale. CZ
Lauffen GEO ale. ale. V
Lauterberg GEO ale. ale. Z
Leão GEO leo. leo. Z
Leão = = = =
Leão GEO leo. leo. \
Lechsgemünd GEO ale. ale. G
Leicestershire GEO ano. ano. B
Leicestershire II = = = =
Leicestershire III = = = =
Leiningen GEO ale. ale. Z
Lenzburg GEO ale. ale. S
Léon GEO bre. bre. Z
Letónia GEO let. let. ^
Leuchtenberg GEO ale. ale. \
Leyen GEO ale. ale. M
Lichtenberg GEO ale. ale. Z
Liebenau = = = =
Liechtenstein GEO ale. ale. S
Liechtenstein = = = =
Liège GEO lat. lat. S
Liga Cinzenta GEO ale. ale. C
Liga da Casa de Deus GEO rmc. rmc. Z
Limburgo GEO fra. fra. Z
Limousin = = = =
Limousin = = = =
Limpurg GEO ale. ale. MV
Lincoln = = = =
Lippe GEO ale. ale. B
Lituânia GEO lit. lit. *
Livónia = = = =
Loon GEO hol. hol. G
Lorena GEO ale. ale. ^Z
Lovaina = = = =
Lucerna GEO ale. ale. V
Lüchow GEO ale. ale. S
Lm Ludowinger ANT ale. ale. Z
Lüneburg GEO ale. lat. Z
Lupfen GEO ale. ale. V
Lusignan = = = =
Lutterberg GEO ale. ale. S
Luxemburgo GEO lux. lux. S
Luxemburgo GEO lux. lux. #
Luxemburgo GEO lux. lux. Z#
Luxemburgo = = = =
Ps Macedónia = = = =
Mâconnais = = = =
Maine = = = =
Mainz GEO ale. ale. H
Maiorca = = = =
Maiorca GEO cat. cat. T
Malsch GEO ale. ale. S
Manderscheid GEO ale. ale. T
Rt Mandeville GEO fra. ano. GG
Mann GEO man. man. ZM
Mansfeld = = = =
Mansfeld GEO ale. ale. T
Mântua = = = =
Marche GEO fra. fra. ^
Marche II GEO fra. fra. V
Marek OUT fra. fra. CG
Mark GEO ale. ale. S
Marly GEO fra. fra. Z
Marrocos GEO ale. ale. S
Lm Marshall GEO fra. ano. Z
Masovia = = = =
Meaux GEO fra. fra. G
Mechelen GEO hol. hol. ZS
Mecklenburg GEO bal. bal. Z
Meissen = = = =
Mello GEO fra. fra. Z
Melun GEO fra. fra. S
Meulan = = = =
Meulan II GEO fra. lat. Z
Milão = = = =
Modena = = = =
Moers GEO ale. ale. S
Moldávia GEO rom. rom. Z
Mónaco GEO lig. lig. G
Monferrato GEO ita. ita. S
Monschau = = = =
Montbéliard = = = =
Montenegro = = = =
Montfort = = = =
Montfort (França) GEO fra. lat. Z
Montlezun GEO oci. oci. Z
Montmorency = = = =
Moosburg GEO ale. ale. B
Morávia GEO che. che. G
Mortimer GEO fra. fra. M

 


Publicado por 5x11 - Carlos da Fonte às 09:53
Link do Artigo | Comentar | Favorito
| | Partilhar
Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2011

Universo Amostral de Traços Heráldicos ( N - S )

República de São Marinho, Ducado da Saxónia, Viscondado de Beaumont, Reino de Jerusalém, Reino da Polónia, Condado das Ilhas Órcades

Usaremos aqui os sinais da tabela publicada no artigo Siglas, Símbolos e Abreviaturas: Jº (jurisdição), M (metonímia do referente), LD (língua denominante), Ld (língua designante), E (especificação); Especificações: # (Numeral), * (Notoriedade), \ (Meteorologia), ^ (Arquitectura), = (Transmissão) , § (Sinalética), B (Botânica), C (Coloração), G (Geometria), H (Humano), M (Material), º (Astronomia), S (Outros substantivos), T (Toponímia), V (Verbal), Z (Zoologia); Jurisdições: Ce (Cidade), Cº (Condado), Dº (Ducado), Fª (Armas de fantasia), Gº (Grão-Ducado), Iº (Império), Kº (Cantão), Lº (Langraviato), Mº (Margraviato), Om (Ordem Militar), Pº (Principado), Rª (República), Rº (Reino), Rt (Referência toponímica), Sº (Senhorio), Vº (Viscondado).

 

 


Universo Amostral de Traços Heráldicos ( N - S )



Nome


M


LD


Ld


E

Namur = = = =
Ce Nápoles GEO ita. ita. S
Nassau GEO lat. ale. Z
Navarra GEO lat. bas. S
Navarra GEO bas. bas. Z
Nellenburg = = = =
Neuchâtel GEO fra. fra. Z
Neuenahr GEO ale. ale. Z
Neunburg = = = =
Nevers = = = =
Nice GEO oci. oci. S
Nidau = = = =
Niederbayern = = = =
Nocar OUT fra. fra. S
Norfolk ANT ing. ing. *
Norfolk GEO ing. ano. C
Normandia GEO ano. ano. M
Noruega GEO nor. nor. SZ
Noruega II GEO ano. ano. MZ
Noruega III GEO ano. ano. MZ
Núbia GEO fra. fra. \
Nuremberga = = = =
Oberbayern = = = =
Oldenburg GEO ale. ale. C
Opole = = = =
Orange GEO oci. oci. B
Orange ANT fra. fra. S
Orient GEO ano. ano. HM^
Orlamünde GEO ale. ale. Z
Orlamünde = = = =
Orléans = = = =
Ortanie OUT fra. fra. CS
Ortenau = = = =
Ortenburg GEO ale. ale. C
Ortenburg II = = = =
Öttingen = = = =
Öttingen GEO ale. ale. S
Oxford = = = =
Ce Pádua = = = =
País Basco GEO bas. bas. #G
País Basco = = = =
País Basco GEO bas. bas. C
Palatinado = = = =
Pallars-Sobirà GEO cat. cat. B
Pallars-Sobirà GEO cat. cat. Z
Pardiac = = = =
Pardiac GEO oci. oci. Z
Ce Paris GEO fra. fra. S
Parma = = = =
Ps Pays de Retz GEO fra. fra. G
Pembrokeshire = = = =
Pembrokeshire GEO gal. gal. Z
Perche GEO fra. fra. T
Périgord GEO fra. fra. ZC
Persan GEO fra. fra. C
Perse GEO fra. fra. Z
Ce Perwez = = = =
Ce Piacenza GEO ita. ita. ^
Piemonte = = = =
Pisa GEO lat. lat. B
Plauen GEO ale. ale. Z
Poitou GEO fra. fra. B
Poitou II = = = =
Polónia GEO pol. pol. C
Polónia GEO lat. lat. Z*
Polónia II GEO fra. fra. Z
Pomerânia GEO ale. ale. Z
Ponthieu = = = =
Portugal II GEO ale. lat. ^B
Portugal III GEO ano. ano. #
Preste João GEO ano. ano. SC
Provença = = = =
Prússia = = = =
Pyrmont GEO ale. ale. S
Quedlinburg = = = =
Quercy GEO oci. oci. ^
Querfurt GEO ale. ale. G
Rt Quincy GEO ing. ano. S
Rt Quincy II GEO ing. lat. #
Racibórz GEO ale. ale. S
Ragusa = = = =
Rantzau GEO ale. ale. G
Rapperswil GEO ale. ale. B
Rappoltstein = = = =
Raugrafen = = = =
Ravensberg GEO ale. ale. T
Rt Redvers = = = =
Regenstein GEO ale. ale. Z
Rennenberg GEO ale. ale. ^
Rennes GEO bre. bre. ^
Rethel GEO fra. fra. S
Reuss = = = =
Richmond = = = =
Rieneck = = = =
Rietberg = = = =
Rochechouart GEO fra. fra. S
Roden GEO ale. ale. Z
Rodez = = = =
Rodez II = = = =
Ce Roma GEO ita. ita. M
Rosenberg GEO che. che. B
Ross GEO ing. ano. C
Rostock = = = =
Rotenhan GEO ale. ale. CB
Roucy ANT fra. fra. C
Roucy = = = =
Roucy = fra. fra. M
Rouergue = = = =
Ruão GEO nrm. nrm. Z
Rügen GEO ale. ale. ^
Rússia = = = =
Ps Ruténia GEO fin. rus. *
Ruténia II GEO ale. ale. S
Saarbrücken = = = =
Saarwerden GEO ale. ale. Z
Sabóia GEO fra. fra. Z
Sabóia II GEO fra. fra. §
Sacro Império GEO lat. lat. ZC
Sacro Império GEO ale. lat. M
Sacro Império II GEO ale. ale. Z#
Saintonge GEO fra. fra. S
Saint-Pol = = = =
Salerno GEO lat. lat. ºS
Salisbury = = = =
Salm GEO ale. ale. Z
Salónica GEO ale. ale. #G
Sancerre = = = =
São Marinho GEO ita. ita. Z
Sardenha = = = =
Sargans GEO ale. ale. S
Satrapia GEO lat. lat. S
Saxónia GEO bal. bal. S
Sayn GEO ale. ale. Z
Schaffhausen GEO ale. ale. Z
Schauenburg GEO ale. ale. B
Schellklingen GEO ale. ale. SS
Schleiden GEO ale. ale. Z
Schleswig = = = =
Schwalenberg GEO ale. ale. Z
Schwarzburg = = = =
Schwytz GEO ale. ale. §
Sérvia GEO ser. ser. S
Sicília GEO - - -
Sicília GEO ano. ano. #T
Sicília II = = = =
Sicília III = = = =
Siena GEO ita. ita. S
Sigmaringen = = = =
Síria GEO ale. fra. S
Sírmia GEO ser. ser. Z
Sobrarbe GEO ara. ara. GB
Soissons = = = =
Solms GEO lat. ale. Z
Sonnenberg GEO ale. ale. ºT
Soule GEO fra. fra. Z
Spanheim = = = =
Spanheim II GEO ale. ale. Z
Spiegelberg GEO ale. ale. S
Steiermark GEO ale. ale. Z
Sternberg GEO ale. ale. º
Stolberg GEO ale. ale. Z
Stolzenberg = = = =
Strassberg GEO ale. ale. T
Strijen GEO hol. hol. §#
Suábia = = = =
Suécia GEO sue. sue. T
Suécia GEO sue. sue. Z
Suffolk = = = =
Sulz GEO ale. ale. M
Surrey = = = =
Swidnica GEO ale. ale. Z

 


Publicado por 5x11 - Carlos da Fonte às 09:45
Link do Artigo | Comentar | Favorito
| | Partilhar
Quinta-feira, 29 de Dezembro de 2011

Universo Amostral de Traços Heráldicos ( T - Z )

Condado de Calw, Condado de Kirchberg, Condado de Lauffen, Reino de Navarra, Ducado de Lorena, Principado de Liège

Usaremos aqui os sinais da tabela publicada no artigo Siglas, Símbolos e Abreviaturas: Jº (jurisdição), M (metonímia do referente), LD (língua denominante), Ld (língua designante), E (especificação); Especificações: # (Numeral), * (Notoriedade), \ (Meteorologia), ^ (Arquitectura), = (Transmissão) , § (Sinalética), B (Botânica), C (Coloração), G (Geometria), H (Humano), M (Material), º (Astronomia), S (Outros substantivos), T (Toponímia), V (Verbal), Z (Zoologia); Jurisdições: Ce (Cidade), Cº (Condado), Dº (Ducado), Fª (Armas de fantasia), Gº (Grão-Ducado), Iº (Império), Kº (Cantão), Lº (Langraviato), Mº (Margraviato), Om (Ordem Militar), Pº (Principado), Rª (República), Rº (Reino), Rt (Referência toponímica), Sº (Senhorio), Vº (Viscondado).

 

 


Universo Amostral de Traços Heráldicos ( T - Z )



NOME


M


LD


Ld


E

Tarragona GEO cat. cat. B
Tarso GEO ale. ale. Z
Teck GEO ale. ale. G
Tecklenburg GEO ale. ale. B
Tengen GEO ale. ale. Z
Teschen = = = =
Tettnang = = = =
Thierstein GEO ale. ale. ZT
Thurgau = = = =
Tirol GEO ita. ita. B
Toggenburg GEO ale. ale. Z
Tonna = = = =
Tonnerre GEO fra. fra. \
Toulouse GEO lat. lat. #G
Toulouse GEO oci. oci. ZC
Toulouse GEO oci. oci. ^
Touraine = = = =
Touraine GEO fra. fra. G
Trakai GEO lit. lit. Z
Tramesen GEO fra. fra. Z
Trani GEO lat. lat. ^
Transilvânia GEO ale. ale. #^
Trebizonda GEO fra. fra. ^#
Trentino = = = =
Ce Trieste GEO ita. ita. #S
Tripoli = = = =
Truhendingen GEO ale. ale. S
Cp Tübingen GEO lat. lat. V
Turim = = = =
Turíngia GEO ale. ale.
Turíngia GEO ale. ale. #
Turíngia GEO ale. ale. GC
Turíngia = = = =
Turquia GEO fra. fra. H
Ufford GEO ing. ing. Z#
Unterwalden GEO ale. ale. V
Urach GEO ale. ale. Z
Urgel GEO cat. cat. S
Uri GEO ale. ale. Z
Urslingen GEO ale. ale. S#
Uznach = = = =
Valais GEO fra. fra. V
Valáquia GEO rom. rom. M
Valáquia GEO lat. lat. Z
Valáquia II GEO ale. ale. S
Valáquia III GEO ale. ale. VZ
Valência = = = =
Valentinois GEO fra. fra. BG
Valkemburg = = = =
Valois = = = =
Lm Vasa GEO sue. sue. B
Vasaborg = = = =
Vaticano OUT lat. fra. S
Vaticano GEO fra. fra. S
Vaudémont GEO fra. fra. TT
Veldenz = = = =
Venaissin = = = =
Vendôme GEO fra. fra. Z
Vendôme GEO fra. fra. S
Veneza GEO ita. ita. Z
Veneza II GEO ing. ing. ^
Rt Vere GEO ing. ano. ^
Veringen GEO ale. ale. Z
Vermandois GEO fra. fra. ^
Vermandois GEO fra. fra. MG
Vestfália = = = =
Vianden = = = =
Vianden II GEO fra. fra. Z
Vicenza = = = =
Vienne = = = =
Df Viennois OUT fra. fra. Z
Df Viennois GEO fra. fra. B*
Virneburg GEO ale. ale. S
Visconti GEO ita. ita. ZZV
Vorarlberg = = = =
Waldeck GEO ale. ale.
Rt Warenne GEO fra. fra. ^
Warwick GEO ing. ing. *B
Warwick II = = = =
Weilnau = = = =
Weimar = = = =
Lm Welfen ANT ale. bal. Z
Werdenberg GEO ale. ale. Z
Werdenberg = = = =
Werdenfels = = = =
Werl = = = =
Werle = = = =
Wernigerode GEO ale. ale. Z
Wertheim GEO ale. ale. *
Wettin GEO ale. ale. Z
Wied GEO ale. ale. Z
Wildgrafen = = = =
Wildgrafen II GEO ale. ale. G
Winchester = = = =
Wittgenstein = = = =
Wolfenbüttel GEO ale. ale. ZB
Wolfskeel = = = =
Wolfstein GEO ale. ale. Z
Wolkenstein GEO ale. ale. \
Wölpe GEO ale. ale. B
Württemberg = = = =
Yorkshire GEO ing. ing. B
Yorkshire GEO ing. ing. C
Zähringer GEO ale. ale. Z
Zeeland GEO hol. hol. T
Zeta GEO alb. alb. Z
Ziegenhain GEO ale. ale. Z
Rt Zouche GEO ano. ano. B
Zurique GEO ale. ale. CG
Zweibrücken = = = =

 


Publicado por 5x11 - Carlos da Fonte às 11:14
Link do Artigo | Comentar | Favorito
| | Partilhar
Quarta-feira, 28 de Dezembro de 2011

Siglas, Simbolos e Abreviaturas


Especificamos na tabela abaixo as siglas, símbolos e abreviaturas empregadas no corpo da tese, bem como várias outras de utilidade para os próximos desenvolvimentos. Note-se que nem todos os sinais correspondem exactamente aos usados anteriormente. Procurámos manter o máximo de coerência, aperfeiçoando o que nos pareceu menos claro, integrando simbologia complementar, alguma já usada em publicações referentes a esta temática. Tentámos fazê-la corresponder o mais possível ao existente num teclado português normal. Como nas demais tabelas, incorporaremos aditamentos sempre que existirem novas entradas.

 


Siglas, Símbolos e Abreviaturas


Sinal


Descrição

- sem dados / dados redundantes
- separação de disposição (2-1-2)
- subtraído de
_ carácter ausente
_ morfema
\ especificação meteorológica
/ de (1/3)
/ ou
/ fim de linha manuscrita
// fim de página manuscrita
/b/ fonema
# especificação quantitativa
% por cento
n(omi)ne letras manuscritas abreviadas
[1] nota de rodapé
[pORtẼGal] transcrição fonética
[M] inicial manuscrita
[… …] interrupção
[s.d.] sem data
[s.l.] sine loco
[s.n.] sine nomine
{…} conjunto / tipologia
~ é parófono a
^ especificação arquitectónica
* especificação de notoriedade
+ concatenado a
+ somado a
< menor do que
< > delimitador de endereço electrónico
menor ou igual a
= armas de transmissão
= igual a
> evolução fonética
> maior do que
>< diferente
maior ou igual a
× versus / comparado a
× multiplicado por
÷ dividido por
orientação para cima
ver resultados parciais
orientação à direita
implica
orientação para baixo
sequência de eventos
desde (período)
ver resultados parciais
orientação à esquerda
§ especificação sinalética
etc.
Σ somatório
1D unidimensional
2D bidimensional
3D tridimensional
A acomodação
AA. VV. autori varii
A alteração
anomalia
a.C. antes de Cristo
A.D.B. Arquivo Distrital de Braga
Abr. Abril
abrª abreviatura
Add Liber Additamentorum
adj. adjectivo
Ago. Agosto
alb. albanês
ALE Alemanha
ale. alemão
ano. anglo-normando
ANT metonimização antroponímica
ara. aragonês
arv. árvore
ASP traço heráldico de aspecto
ast. asturiano
ATI traço heráldico de atitude
AUX auxiliar
B especificação botânica
Bal Balliol Roll
bas. basco
BEL Bélgica
bie. bielorrusso
Big Rôle d'Arms Bigot
bos. bósnio
bre. bretão
bul. búlgaro
bxa. baixo-alemão
c coeficiente de carácter
C especificação de coloração
C complementação / complemento
Cae Caerlaverock's Roll
Cam Rôle de Tournoi de Cambrai
CAP metonimização capital
cap. capítulo
cas. castelhano
cat. catalão
caz. cazaque
Cdn Camden Roll
Cha Charles' Roll
Ce Cidade / Município
che. checo
Cho Rôle de Tournoi de Chauvency
Condado
cód. códice
Col Collins' Roll
Com Rôle de Tournoi de Compiègne
CR escrita carolina
cro. croata
d designante
D denominante
D desdobramento
D. Dom / Dona
Der Dering Roll
Dez. Dezembro
din. dinamarquês
DIS traço heráldico de disposição
Ducado
doc. documento
docs. documentos
E especificação
e.g. exempli gratia
ed. edição / editor
ESAD Escola Superior de Artes e Design
ESM traço heráldico de esmalte
est. estampa
et al. et alii
etc. et coetera
ETN metonimização etnonímica
Fev. Fevereiro
f. fólio
armas de fantasia
Fal Falkirk's Roll
fasc. fascículo
FEUP Faculdade de Engenharia da UP
FIG traço heráldico de figuração
fig. figura
fin. finlandês
fls. fólios
FLUP Faculdade de Letras da UP
FRA França
fra. francês
G especificação geométrica
gae. gaélico
Gal Galloway Roll
gav. gaveta
Gel Codex Gelre
GEO metonimização geográfica
Geo St. George's Roll
glg. galego
Glo Glover's Roll
gls. galês
Grão-Ducado
gre. grego
GT escrita gótica
H traço heráldico
H especificação humana
Her Herald's Roll
HER Heráldica
HID metonimização hidronímica
hol. holandês
hun. húngaro
I interacção
ing. inglês
Império
IPA International Phonetic Alphabet
irl. irlandês
isl. islandês
ita. italiano
j nº de transformações parofónicas
Jan. Janeiro
Js Livro de Josué
Jul. Julho
Jun. Junho
jurisdição
Jz Livro dos Juízes
Cantão
k índice de discrição
linha
lat. latim
LD Língua denominante
Ld Língua designante
Leb Armorial Le Breton
leo. leonês
let. letão
lig. lígure
LIN Linguística
lit. literalmente
liv. livro
ltn. lituano
Langraviato
LOC traço heráldico de localização
lux. luxemburguês
M metonimização do referente
M especificação de material
m. maço
Mai. Maio
Man Codex Manesse
Mar Lord Marshall's Roll
Mar. Março
max(a,b) valor máximo entre a e b
MD escrita minúscula diplomática
mns. manês
Mosteiro
Margraviato
ms. manuscrito / manuscritos
Mt Evangelho de São Mateus
n quantidade / número
N / n não
nD nº de caracteres do denominante
nd nº de caracteres do designante
NEO neologismo
n1 nota de rodapé 1
número
nor. norueguês
Nov. Novembro
nrm. normando
NUM traço heráldico de número
º especificação astronómica
Ø ausência / conjunto vazio
oci. ocitano
Ofl Rôle d'Armes de l'Ost de Flandre
Om Ordem Militar
ORI traço heráldico de orientação
Out. Outubro
p coeficiente de posição
p. / Pª página
PAD traço heráldico de padrão
p1 tipo de simetria plana simples
Plo Rôle d'Armes de l'Ost de Ploërmel
Principado
pol. polaco
pp. páginas
PRO traço heráldico de proporção
R referente
r. recto
República
RC rodado clássico
RES metonimização residencial
REU Reino Unido
RF rodado de fantasia
rmc. romanche
Reino
rom. romeno
Rt Referência toponímica
rus. russo
S especificação substantiva
S sematização
SEM Semiótica
S / s sim
S. São / Santo
SC selo de cera
séc. século
SEP traço heráldico de separação
ser. sérvio
Set. Setembro
Senhorio
Sl Livro dos Salmos
SN sinal não rodado
sor. sorábio
SP selo de chumbo
ss. seguintes
Sti Stirling Roll
sue. sueco
t coeficiente de transposição
T especificação toponímica
T transmigração
T.T. Torre do Tombo
TER metonimização territorial
ucr. ucraniano
UP Universidade do Porto
V especificação verbal / acção
V verbalização
v. verso
var. variedade
Ver Armorial du Heraut Vermandois
Viscondado
vol. volume
VS escrita visigótica
VT escrita visigótica de transição
Wal Walford's Roll
Wij Wijnbergen Wappenrolle
Z especificação zoológica
Zur Zürcher Wappenrolle

 

Temática:

Publicado por 5x11 - Carlos da Fonte às 13:05
Link do Artigo | Comentar | Favorito
| | Partilhar
Terça-feira, 27 de Dezembro de 2011

Objecção II - O Uso do Latim

P: Como se justifica o uso do latim nas parofonias heráldicas?

R: À primeira vista parece injustificável a utilização do latim medieval na heráldica, uma vez que não há menção do seu uso em quaisquer armas falantes. Convém, contudo, esclarecer que a “decisão” de classificar um brasão primitivo como falante, ocorre muito depois do mesmo ter sido criado. A sensibilidade do classificador era afectada por expectativas e condicionantes que, quase certamente, excluíam o recurso a uma língua estranha à própria nas suas cogitações. Não nos esclarece sobre as intenções ou conformidades dos restantes brasões, ainda se na área de influência limitada de cada um, possa ser coerente, pela maior parte, com a interpretação do método parofónico aqui proposto.

Temática: ,

Publicado por 5x11 - Carlos da Fonte às 09:57
Link do Artigo | Comentar | Favorito
| | Partilhar
Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2011

Portingale: Dados e Pintas

 

Estas armas aparecem de início no Herald's Roll, armorial inglês do fim do século XIII, revelando alguns aspectos interessantes para a metodologia parofónica da semiótica heráldica. Apenas na imaginação representavam os soberanos respectivos e haveria algum relaxamento das regras habituais, optando-se por soluções de maior conveniência ou facilidade. Uma das simplificações é o uso da própria língua do fantasista. O método acciona a sequência recorrente (↓) que transforma palavras em imagens: Referente (R), Metonímia do Referente (M), Verbalização (V), Acomodação (A), Sematização (S), Especificação (E), Traço Heráldico (H) e Complementação (C), mostrada na tabela anexa.

A fundamentação da simbologia visual para todas as armas de fantasia é simplificada por meio de uma metonímia, quase sempre associada à denominação do território, conservando, porém, a prática relativa ao referente. Aqui o denominante é Portingal ou Portingale, usado desde o século XII descrevendo Portugal por influência das línguas aparentadas com o francês, nomeadamente o anglo-normando. Usamos a codificação X-SAMPA nas correspondências fonéticas entre o denominante e o designante, de modo a garantir a legibilidade sem comprometer o rigor. O conjunto de fonemas a comparar são iguais - Portingale ~ porte ingal - ocasionando um índice de discrição nulo. Poderíamos classificá-las como armas perfeitamente falantes.

O designante "porte ingal" é sematizado na ideia de "traz igual", ou seja, "mostra as mesmas quantidades". A metonímia simples transforma o conceito abrangente "quantidades" numa exemplificação restrita: os pontos das pintas nas três faces visíveis. Ademais, "igual" não tipifica explicitamente uma qualificação, apesar de o ser; a especificação numérica em que se transforma é significativa na heráldica. Subentenderá duas ou mais unidades do mesmo, a surgir depois no brasonamento: "cada um com". Outra solução usando "aleae" (lat. dados) parece pouco razoável, o latim é raro nas armas de fantasia parofónicas. Criaria também dificuldades que se afiguram insuperáveis na explicação da metade anterior do designante.

A acção tácita em "traz" pode interpretar-se como a vocação do escudo para mostrar figurações dentro de si, mera redundância, sem efeito discernível no traço heráldico. Numa segunda interpretação as próprias figurações, os dados, "trazem" outras, as pintas. Ocorre, portanto, a confluência desta última acepção de "traz" com "igual", metonímia composta porque os traços correspondentes das faces e das pintas reforçam o seu sentido imagético quando estão juntos.

Mas os dados não encerram em si a ideia isolada do designante. O esmalte branco, a existência, disposição e cor das pintas são elementos imanentes que adivinhamos decorrer da natureza do objecto. A razão para empregarem-se três deles talvez estivesse ligada à simplificação do desenho, mantendo a regra da boa ocupação do espaço disponível. Não menosprezaremos o papel que possa ter tido algum jogo em voga ou a preferência estético-convencional do autor do manuscrito, como para o Rei de Castela.

Os traços heráldicos regem-se de hábito pelo brasonamento, salvo quando a prática da arte ou a natureza das coisas convencionem características entendidas por omissão. Deste modo, é aceitável orientarmos as faces dos dados pela borda superior do escudo, se tal não for referido expressamente. Ou que se exponha apenas uma face por dado, decorrendo da descrição do conteúdo: "cada um com cinco pintas", sem menção às outras faces. O Llibre dels Privilegis de Mallorca do princípio do século XIV mostra cinco dados 2-1-2, em ressonância, assim parece, com os cinco escudetes portugueses. O Grimaldi's Roll, armorial contemporâneo deste, apresenta o campo em azul com seis, cinco e quatro pintas nas faces visíveis de cada cubo. Se afastarmos a possível deturpação das armas de fantasia mais antigas podemos pensar na aproximação do esmalte do escudo ao dos escudetes azuis de Portugal.

A escolha do número de pintas poderá ser imputada ao preenchimento mais eficiente do espaço. Seis é o máximo admissível para um dado e, além disso, o armorial surge muito antes da adopção dos cinco besantes de prata em aspa no escudo nacional. Contudo, a disposição tradicional alternada em quincôncio dos onze besantes remete à sua forma mais simples, a quina. Caso tenham sido influenciados pelo brasão português, satisfariam simultaneamente a lógica destas e do artefacto.

Uma outra questão é saber porquê não se terão utilizado as armas verdadeiras do Rei de Portugal. O escudo português seria desconhecido pelo autor? Nada afiançamos mas a resposta parece afirmativa, pelo menos quanto ao conhecimento dos seus pormenores exactos. Exemplos de divergência absoluta podem ser encontrados no mesmo pergaminho: os reis da Dinamarca e da Noruega; para o rei de Castela encontramos três castelos em vez de um. Também não ocorria nenhum estado de beligerância que nos fizesse suspeitar do desvirtuamento propositado.

O campo vermelho ajuda a organizar e completar a composição. Uma mesa de jogo feita em madeira poderia ser o fundo adequado ao cenário lúdico, já que os três dados são vistos de cima. Vários exemplos do nosso corpus apontam para a representação deste material em tons amarelos ou avermelhados, não fugindo demasiado à verdade; falta o castanho no reportório habitual dos brasões. Impedido o primeiro esmalte por menor contraste com o branco resta o segundo.

O fenómeno de complementação manifesta-se de várias formas. Preenche as lacunas deixadas pelos traços heráldicos de carácter semântico e pelo brasonamento mas, de ordinário, está implícito. Encontramos contrastes, imitações, adereços, imanências, simetrias, preenchimentos, centralidades, simplificações e redundâncias. Estas últimas nunca são referidas ao brasonar, por desnecessário.

Ver sobre este assunto:

ANOH - The Anglo-Norman On-Line Hub - Acedido a 13 de Dezembro de 2011 disponível em: <http://www.anglo-norman.net>.

TIMMS, B. - Heraldry - 2011 : Acedido a 13 de Dezembro de 2011 disponível em: <http://www.briantimms.net>.

 

 


Portugal - Armas de Fantasia II

Classificação Descrição
Armas de Fantasia R Rei de Portugal
Territorial M Portugal
Língua de Fantasia V Portingale (anglo-normando)
Denominante A Portingale
Grafemização A P O R T I N G A L E  
Fonemização denominante A p O R t G a l  
Emparelhamento A p O R t G a l      
A p O R t G a l      
Coeficiente de transposição A 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0      
Coeficiente de carácter A 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0      
Coeficiente de posição A 1,5 1,0 1,0 1,0 1,0 1,0 1,0 0,5      
Parcelas A 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0 0,0      
Índice de discrição A 0,0      
Fonemização designante A p O R t G a l
Grafemização A P O R T E _ I N G A L
Designante A porte   ingal
Monossemia simples S traz   igual
S mostra as mesmas quantidades
Acção + Quantidade E exibir + iguais
Redundância C traz = brasona
Esmalte H avermelhado De vermelho
Contraste C prata
Adereço C mesa de jogo
Número H 3 três
Figuração H dado dados
Simplificação C = face pontuável
Esmalte H esbranquiçado de prata
Imanência C dado
Orientação H horizontal (direitos)
Simplificação C = borda superior
Disposição H 2, 1 (em contra-roquete)
Preenchimento C área do escudo
Simetria C eixo do escudo
Centralidade C coração do escudo
Metonímia composta 1/2 S traz > área > face > dado
Localização H pintas nas faces cada um com
Metonímia composta 2/2 S iguais > faces > pintas
Número H 5 cinco
Metonímia simples S quantidade > pontos > dado > pintas
Figuração H pinta pintas
Imanência C dado
Esmalte H escuro (negras)
Contraste C prata
Imanência C dado
Disposição H 2, 1, 2 (postas em sautor)
Preenchimento C (quincôncio)
Imitação C (besantes)
Imanência C dado

 (próxima análise neste blog aqui)



Publicado por 5x11 - Carlos da Fonte às 21:43
Link do Artigo | Comentar | Favorito
| | Partilhar
Todos os direitos reservados
© Carlos Carvalho da Fonte 2009-2017
Portugal Brasil Download Universo Amostral Jerusalem
Portucalis Portingale Salerno Sagremor Eduardo


Logo Território Logo Hidrónimo Logo Capital Logo Moradia
Logo Demónimo Logo Família Logo Antropónimo Autor

Pesquisar este blogue

 

Academia.edu



Twitter


Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
19
20

21
22
24
25
26
27

28
29
30
31


Temática

alemão

análise

anglo-normando

antropónimos

aparência falante

apresentação

aragonês

armas falantes

asturiano

baixo-alemão

basco

bibliografia

brasil

capitais

castelhano

catalão

cifra

condições

d. manuel i

demónimos

dinastia

discussão

disposições

domínio

eclesiástico

eduardo

empresa

esmaltes

estoniano

eventos

família

fantasia

figurações

francês

frísio

gaélico escocês

galego

gascão

grego

hidrónimos

holandês

inglês

irlandês

italiano

jerusalém

latim

leão

leonês

lígure

lombardo

macau

metodologia

moradias

municípios

nível falante

número

occitano

picardo

placentino

portugal

português

recursos

sagremor

salerno

separações

sigilografia

terminologia

territórios

timbre

universo amostral

vexilologia

todas as tags

Arquivo Mensal

Maio 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011


cyndis list


SAPO Blogs

subscrever feeds

shopify analytics tool